top of page

we#publishBlog

Algum destes e de muitos outros conteúdos escritos pelo time, pode ser um bom ponto de partida para suas necessidades.
Boa leitura! 

  • Foto do escritorFernando Estanislau

Branded Content: o que é e quais os benefícios dessa estratégia

Atualizado: 21 de abr. de 2023

O marketing é dinâmico - o que faz com que novos métodos apareçam a todo o momento. Um exemplo claro dessa realidade é o surgimento do branded content, que traz uma nova maneira de passar a mensagem das marcas para seus consumidores.

A expressão "branded content", em uma tradução livre, significa "conteúdo da marca". Dessa forma, poderíamos entender que tal termo deve se referir a todo e qualquer conteúdo produzido pela marca. Mas não é assim que o conceito realmente se aplica.

Geralmente, até profissionais de marketing e publicidade têm dificuldades na hora de perceber a diferença entre branded content, propaganda e marketing de conteúdo. Portanto, preparamos este artigo justamente para facilitar tal entendimento. Continue a leitura!


O que é branded content?

Como disse anteriormente, embora a tradução livre signifique "conteúdo da marca", esse termo não traduz, efetivamente, seus conceitos. No branded content, a dinâmica da comunicação de uma empresa muda significativamente.

Em vez de ser associada a anúncios que, em geral, são desconsiderados ou até recebidos negativamente, a marca torna-se reconhecida pela informação, pela diversão ou pelo entretenimento que transmite. E isso, naturalmente, tem muito mais valor para o consumidor.

Por conta dessa percepção diferenciada, o branded content é consideravelmente mais flexível e adaptável. Ele se posiciona em um lugar onde estão, juntos, a publicidade, a informação e o entretenimento.

Além disso, tal tipo de conteúdo pode ser diluído em diversos canais, com o uso de todas as tecnologias à sua disposição, para melhorar ainda mais a experiência do usuário. Inclusive, é possível usar o branded content para dar uma brand experience muito mais complexa e intensa ao usuário.


Qual é a importância dessa estratégia?

Trabalhar com esse tipo de estratégia de conteúdo fará com que a marca e seu público tenham uma relação muito mais próxima. Dessa forma, será possível aumentar a autoridade e a percepção da empresa.

Um relacionamento criado a partir do branded content tende a ser não apenas mais duradouro, mas, também, muito mais confiável. Isso porque o consumidor sente a marca mais próxima de si.

Já existem, no mercado, diversos cases de companhias que aplicaram o branded content com sucesso. Entre eles, estão os casos da Dove, com a campanha "Real Beleza", e da Intel, com o ator Jim Parsons, que atuou como um influenciador - por conta de seu alcance enquanto ator principal da série The Big Bang Theory.

Embora não sejam exatamente semelhantes, esses dois exemplos mostram como cada uma das empresas conseguiu usar o branded content para aumentar a identificação de seus consumidores com a marca de maneira indireta, sem falar sobre seus produtos ou oferecê-los.

O que houve, em ambas as situações, foi a transmissão de valor: seja por meio dos valores da marca, como no caso da Dove, ou de identificação, como no exemplo da Intel. Trata-se justamente do termômetro que pode fazer um cliente decidir por uma dessas marcas na hora de sua decisão de compra.


Como produzir branded content?

Agora que já falamos sobre os conceitos de branded content e de sua importância na criação do relacionamento entre consumidor e marca, precisamos entender como ele é desenvolvido. Embora não exista um guia que indique a maneira certa de produzir tal tipo de conteúdo, há diversos fatores em comum nos casos de sucesso na aplicação dessa estratégia.

O primeiro desses elementos é a surpresa. Naturalmente, quando uma marca oferece para o consumidor algo que o surpreenda, a chance de que o material gere interesse é consideravelmente maior.

E esse é o principal motivo pelo qual muitas companhias, mesmo as mais sérias, estão desenvolvendo conteúdos divertidos. Algumas optaram até mesmo por seguir para o lado humorístico.

Outro elemento é a relevância. Quanto mais relevante for o conteúdo oferecido, maior é a probabilidade de que ele seja compartilhado por seus consumidores, o que leva a um quadro que grande parte das empresas tem como objetivo: a viralização de um material.

Diferentemente de um comercial na televisão, o branded content apoia-se fortemente nas mídias sociais. E isso quer dizer que, quanto mais ele for compartilhado, mais será visto pelas pessoas.

O terceiro fator em comum para sua produção é o diálogo. Como dissemos acima, é possível usar esse método por meio de diversos canais e tecnologias diferentes - e, por isso, é importante que todos os materiais tenham uma relação clara entre si.

Se for viável, deve-se criar uma interação capaz de mostrar aos usuários a complexidade do todo. Isso vai gerar muito mais interesse e identificação.


Quais as diferenças entre branded content e marketing de conteúdo?

Chegando a esse ponto, é bem possível que algumas dúvidas estejam surgindo em sua mente, principalmente sobre a semelhança indiscutível - ao menos aparentemente - entre branded content e marketing de conteúdo.

Tal confusão ocorre principalmente porque esses dois conceitos dificilmente são definidos diretamente. Como já abordamos, mesmo agências e profissionais experientes de marketing ainda não sabem exatamente como determiná-los de maneira separada.

A diferença essencial entre os dois termos está no objetivo. O branded content direciona suas ações ao posicionamento e à divulgação de uma marca, usando de seus valores e de diversos outros fatores para tanto.

Por sua vez, o marketing de conteúdo (embora também possa ser usado de maneira semelhante) é empregado para aumentar o engajamento da audiência, conseguir informações de mercado, gerar leads e obter novos negócios, entre diversas finalidades mais.

Outra divergência entre os dois conceitos é a relação que cada um tem com as vendas. O marketing de conteúdo trabalha para aumentar as vendas de maneira direta, influenciando o consumidor a comprar produtos de determinada marca.

Já o branded content trabalha isso de forma totalmente indireta. Ele se desenvolve a partir do sentimento gerado por suas ações, de modo sutil.

Mas, evidentemente, estes dois termos não são concorrentes. Podemos dizer que, no futuro do marketing, essas duas e muitas outras estratégias trabalharão em conjunto para oferecer mais qualidade de conteúdo e experiência ao público. E a consequência de tudo isso será o aumento das vendas e da receita.

Gostou de saber mais sobre o branded content? Que tal receber outros artigos como este e mudar a rotina de suas ações de marketing? Basta assinar nossa newsletter e ficar de olho em sua caixa de entrada!


30 visualizações0 comentário

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page