top of page

we#publishBlog

Algum destes e de muitos outros conteúdos escritos pelo time, pode ser um bom ponto de partida para suas necessidades.
Boa leitura! 

  • Foto do escritorContent House

Storytelling: por que isso é importante para o seu negócio?

Atualizado: 8 de mai. de 2023

O termo storytelling pode ser traduzido como "contar histórias". Na publicidade, esse conceito tem um significado semelhante - no entanto, tais histórias são contadas com o objetivo de se obter resultados.

Ser capaz de transmitir conteúdo com um enredo elaborado, uma envolvente narrativa e diversos recursos para melhorar a experiência do público é a base de qualquer storytelling. Todos nós temos uma história para contar, desde a origem de nossos nomes até os acontecimentos em nossas vidas, não é mesmo?

Por que seus produtos e serviços não podem ter suas próprias histórias? Se eles atendem a uma necessidade, por que não mostrar o objetivo de seu desenvolvimento e, naturalmente, como podem resolver determinados problemas?

Para ajudá-lo a entender melhor todas essas questões, preparamos o artigo de hoje. Continue a leitura, pois temos certeza de que você vai gostar do que encontrará daqui para frente!


Afinal, o que é storytelling?

De forma resumida, storytelling é a capacidade de contar histórias utilizando diferentes recursos, somados às palavras. Esse método ajuda a promover uma empresa e a vender seus produtos ou serviços de forma indireta e persuasiva.

Para exemplificar, vamos considerar que Fábio e Mariana estejam com a intenção de viajar para fora do país. Enquanto Fábio, que mora em Recife, considera Montevidéu uma viagem distante e fora de seu contexto comum, Mariana, que mora no Rio Grande do Sul, vai achar o mesmo destino ruim, pois está a poucas horas de carro de sua cidade.

Assim como o Fábio e a Mariana, cada pessoa vê determinada história a partir de um ponto de vista. E com o storytelling funciona do mesmo modo. Ou seja: ele pode ser adaptado de acordo com o público que será impactado por suas ações e, naturalmente, com a estratégia de marketing por trás da história contada.


Importância

O storytelling quase sempre apela para a emoção, buscando justamente a criação desse relacionamento afetivo entre marca e consumidor. Afinal, seres humanos são naturalmente emotivos, e experiências que envolvem esse aspecto tendem a ser mais marcantes em nosso consciente e subconsciente - principalmente as boas.

Além disso, não é difícil constatar que as pessoas gostam de ouvir/ler/consumir histórias: elas estão em nossas vidas desde a infância. Transformar um conteúdo, produto, serviço ou negócio em fonte desses enredos tende a fazer com que os consumidores prestem mais atenção em sua marca.

Utilizar o storytelling de maneira correta pode fazer com que o público crie uma relação genuinamente estreita com a empresa. E esse relacionamento mais próximo influenciará indiretamente no momento de tomar sua decisão de compra.


Como devo aplicar esse recurso?

Existem várias frentes em que o storytelling pode (e deve) ser aplicado para aumentar a efetividade das ações realizadas. E saber como usar a técnica corretamente em cada uma dessas etapas pode afetar consideravelmente sua efetividade:

Na produção de conteúdo

Antes de produzir o conteúdo, é preciso saber para quem ele será desenvolvido. Trata-se de uma parte fundamental de qualquer estratégia de inbound marketing. Tendo isso bem definido, é importante pensar em sua complexidade e, principalmente, sua capacidade de prender o leitor.

Para tanto, existem poucas ferramentas tão eficientes quanto os exemplos - vide o caso do Fábio e da Mariana, usado anteriormente - e as metáforas. Além de facilitar o entendimento, tais recursos fazem com que a história contada seja lembrada com maior frequência.


Em vendas

Conhecer perfeitamente o produto oferecido é essencial e, definitivamente, o primeiro ponto a ser observado. Sabendo exatamente do que se está falando, o passo seguinte é observar quatro fatores:

  • tempo: quanto tempo você tem para passar sua mensagem de maneira clara e objetiva? Se temos 20 minutos para vender uma ideia, precisamos nos preparar para isso;

  • conhecimento: é preciso não apenas conhecer o produto, mas como vamos apresentá-lo para o cliente em potencial. Antecipe questionamentos e dúvidas; use exemplos e explicações simples para facilitar o encanto do público pelo item;

  • ambiente e interesse: em que situação está o consumidor? Desesperado ou em ascensão? Quantas pessoas vão me ouvir? Qual a relevância de todos na decisão final?

  • objetivo: qual o objetivo desse cliente ao comprar o produto?

Entendidos todos esses pontos, torna-se possível criar uma narrativa que englobe todas as necessidades do consumidor. Usando-a, o vendedor criará um bom relacionamento com o cliente, exatamente no tempo necessário para que tome uma decisão de compra a favor do produto recém-apresentado.


Em consultorias

Um consultor, seja qual for sua área de especialidade, é um facilitador. Sua principal função é remover obstáculos para que o cliente alcance os objetivos desejados.

Em uma consultoria, a maneira mais fácil de usar o storytelling é inserindo situações humanas durante as explicações. É recomendado abusar dos exemplos e, assim como na produção de conteúdo, dos sentimentos.

Saber com quem se está falando pode ser um fator decisivo para isso. Ao dirigir-se a um fã de futebol, por exemplo, se puder usar exemplos de sua consultoria a um técnico do esporte, ele certamente o entenderá melhor e relacionará seu trabalho a uma atividade que é de seu gosto. E o objetivo é justamente esse.


Quais são seus benefícios?

As técnicas de storytelling são geradoras de relação entre os consumidores e as marcas. Mas elas fazem mais do que isso, trazendo um importante diferencial na aquisição, retenção e fidelização de clientes, uma vez que seu relacionamento tende a ser cada vez mais emocional do que utilitário.

Quando bem trabalhado, o storytelling pode se tornar um dos mais importantes ativos na comunicação de uma empresa. A partir dele, ocorrerá todo o processo de fortalecimento da marca, com o aumento de sua credibilidade diante do mercado.


Por que o timing é importante?

Para finalizar, vale lembrar que um importante fator para o sucesso do storytelling é o timing. Tanto para o negócio quanto para seus clientes, o tempo é sagrado. Por isso, não abuse da duração de sua história - caso contrário, ela se tornará desinteressante e acabará sendo esquecida.

No mercado atual, em que a disputa pela atenção do público torna-se cada vez mais acirrada, conhecer metodologias e processos como o storytelling é fundamental para que uma organização possa se destacar da concorrência.

Como pudemos ver, o storytelling é mais do que uma simples ferramenta. Trata-se de um verdadeiro processo que envolve todos os canais de comunicação da companhia, mudando toda a sua maneira de se portar perante o mercado, seja com clientes, prospects, concorrentes ou, até mesmo, fornecedores.

35 visualizações0 comentário

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page